Início / Noticias / Aniversário do Mestre Dárcio Lira - 20 janeiro 2008

Aniversário do Mestre Dárcio Lira - 20 janeiro 2008

Confraternizações
domingo, 20 Janeiro, 2008

NASCI ÀS 14:00 HORAS DO DIA 21/01/1952 na pequena, mas então próspera cidade de Senador Pompeu-CE. Poderia dizer: filho de pais pobres. Por que “poderia dizer”? Porque muitos, em igualdade de condições, diriam assim exatamente porque meus pais nunca foram materialmente de muitas posses. Contudo ambos – papai e mamãe – sempre foram e continuam sendo [graças a Deus ainda os temos conosco] abundantemente ricos em dignidade e honra. E não há riqueza maior do que isto. Este legado passaram a todos os seus filhos. Assim, seria menosprezar a Graça de Deus não reconhecer a imensa felicidade que é ser herdeiro de tão imensurável riqueza.
E daí porque procurar fazer as coisas do modo mais certo sempre foi a bandeira dos filhos do “Chico” Lira & Dona Mariinha.
Claro, somos humanos... e aqui e acolá escorregamos, caímos, nos confundimos com uma trilha enganosa; mas, o mais importante: qualquer deslize de nossa parte seja sempre involuntário, desprovido de quaisquer resquícios de má fé.

OMISSÃO TAMBÉM NUNCA FÊZ NOSSO GÊNERO. Sempre nos envolvemos em qualquer que fosse a causa que aos nossos olhos pudesse ser direcionada para um desfecho melhor com a nossa participação. Assim, assumir responsabilidades nunca fez tremer um(a) filho(a) do casal Lira, meus pais.
E investir em influenciar positivamente o deteriorado meio das lutas no nosso Estado de forma a que alcançassemos todos uma suprema visão marcial foi [e continua sendo] um desafio que como muitos outros enfrentados na minha vida, não me intimidou, ainda que não poucos tenham tentado de uma forma ou outra me intimidar. 
Não me intimidei, deixo claro, não por arrogância, por me considerar melhor do que ninguém. Não me intimidei porque sempre tive a mais absoluta certeza de que NÃO ESTARIA SÓ, principalmente porque o que me motiva não é a busca de glória pessoal.

E SOZINHO, DE FATO NUNCA ESTIVE, LOUVADO SEJA DEUS! Humanamente falando, o que começou como o Ideal do Dárcio Lira recebeu incontinênti o apoio do Clã Lira: Dona Célia(de saudosa memória),Darlynson, Dheyne e Dâmokles. Já no seu nascimento deixou de ser o Ideal do Dárcio Lira, para metamorfosear-se no Ideal do Clã Lira; e o Ideal do Clã Lira de abrir os olhos do mundo para uma moderna restauração do caminho marcial como forma de elevação físico-espiritual do ser humano prevaleceu e prosperou. 
Bem que tentaram nos deter – em vão! Mas foram frustadas todas as tentativas, todos os complôs, vencidos todos os desafios quer nos tatames, ringues ou fora deles.
Cumpria-se a citação bíblica: “Se alguém quiser prevalecer contra um, dois lhe resistirão; o cordão de três dobras não se rebenta com facilidade” Ec.4:12. Ora, o Clã Lira unido já era, desde o início, um cordão de CINCO DOBRAS.

ALÉM DA FORÇA DA FAMÍLIA UNIDA, temos a inabalável convicção de que o Ideal do nosso Jiu Jitsu Tradicional está em harmonia com o projeto celestial da boa-ordem universal; então revestimo-nos da mais absoluta certeza de que a nobreza da nossa Causa nos granjeia O PODEROSO AVAL DO NOSSO CRIADOR: É ELE quem “confirma sobre nós as obras das nossas mãos” Sl 90:17. 
Esta confirmação divina se torna manifesta no expressivo número de fiéis companheiros que se uniram a nós sob a bandeira do mesmo Ideal, tornando-nos agora um CORDÃO DE POTENCIADAS DOBRAS, cujo expoente é a força indestrutível da dignidade humana.

E NO DIA 20/01/2008, NO AREIÃO DA PRAIA DE IRACEMA, estes fiéis companheiros decidiram me surpreender com uma linda homenagem antecipada pela passagem de meu 56º aniversário. Realmente fizeram tudo bem direitinho, às escondidas, e fui para lá às 19:00 horas sem saber que estavam “aprontando” esta. 
Sei que mesmo alguns que não puderam estar presentes deram sua contribuição, razão porque não citarei a ninguém de modo especial. Meu carinho e gratidão é para todos.
A festinha foi muito bem organizada, ao nosso estilo, com muitos doces, bolos, tortas, salgadinhos, frutas, refrigerantes e água. O clima de amizade e alegria foi contagiante. Não posso deixar de agradecer ainda pelos inúmeros e belos presentes que recebi: livros, camisas, calças, pinturas, e até um DVD Player, entre outros mais. Diante da linda homenagem, diante da calorosa e emocionante manifestação de carinho e respeito dos nossos amigos, membros do Clã Tradicional e simpatizantes presentes, só me cabe louvar a Deus pelos muitos que compreenderam a sinceridade e pureza de propósito da nossa mensagem transmitida em linguagem marcial.

Recebi muitos telefonemas daqueles que por justificadas razões não puderam estar presentes, ouvi emocionados discursos improvisados, marcados de profunda manifestação de amizade, respeito, gratidão. Não gravei todas as mensagens, mas com certeza todas estão registradas no Livro da Vida de cada coração puro que as emitiu, e rogo a Deus que conceda a cada um a justa retribuição de seus votos.

Permiti-me publicar abaixo algumas homenagens, que recebi de forma escrita durante a linda festa. Conhecedor da sinceridade de seus autores, afirmo: tais mensagens só exaltam o digno caráter deles. O nosso Clã Tradicional é luz para o mundo e vitória maior do que esta não há. Estão de parabéns todos os que o compõem.
Quanto a mim, o menor de todos, após vivenciar momentos tão maravilhosos, só posso dizer que tudo que foi feito até hoje, todos os sacrifícios e  batalhas enfrentadas, valeram a pena, e proclamar em alta voz: 
A DEUS TODA A GLÓRIA!

OSS!!!
Dárcio Lira Kyoshi.

 *********************************

Fortaleza,20/01/2008
Saudação do Instrutor Giliardo Timótio

Nossos parabéns, Mestre Dárcio.
Hoje é o seu aniversário, mas somos presentados por tê-lo sempre ao nosso lado em todas as ocasiões. É por isso que você é uma pessoa muito importante para nós.

Obrigado por nos ter mostrado este caminho de vida tão maravilhoso.
Já aprendemos muito, mas com certeza vamos aprender muito mais.
Você é exemplo para nós. Nós lhe admiramos muito, pelo seu conhecimento, por seu caráter e, acima de tudo, pela sua humildade.
Obrigado por nos ensinar princípios como Valor, Honestidade e Lealdade, entre outros.

Seremos sempre muito gratos por tudo que tem nos ensinado.
Muito Obrigado!
São os votos de seus alunos de Barreira.

OSS!!!!!

 

Fortaleza,20/01/2008
Saudação do Instrutor Lucinaldo “Tim” Timótio

Ao Mestre Dárcio Sama:
Meus respeitosos cumprimentos!

Venho através dessas palavras expressar minha humilde gratidão pelos ensinamentos que absorvi durante nossa convivência e, entre esses, não só os relacionados as lutas, mas sim os que se destinam a alcançar a fomação necessária para vencer na vida.

Perdoe-me por não lhe ter escito nenhuma vez durante todos esses anos; não me senti qualificado para tal. Sei que estive ausente, mas a distância só fez com que o nosso amor e amizade crescessem ainda mais. Obrigado pelos abraços apertados e pela atenção toda especial que o senhor têm para comigo.

Agradeço do fundo do coração por ter idealizado este projeto que tantas mudanças proporcionou em nossas vidas, fazendo-nos vivenciar verdadeiras amizades.

Espero que o senhor seja guiado divinamente em todos os seus caminhos, gozando sempre de boa saúde, paz de espírito, amizades sinceras , amor , felicidade, paz, jovialidade e muitos anos de vida, para que o nome Dárcio Lira seja lembrado eternamente, assim como nossa Mestra Célia Lira e todos os budokas que mostrarem seu valor nesse eterno Caminho das Artes Marciais.

Arigatô Gozaimassu!!!

OSS!!!!!!!!

Fortaleza,20/01/2008
Saudação do Instr. Ednardo “Baiano” Sobrinho.

Meus eternos agradecimentos ao homem que vem modificando o modo de viver de muitas pessoas.

Parabéns por mais um ano de Budo em sua vida.
Saiba que me entristeço com sua tristeza, alegro-me com sua alegria; pois somos ligados por um elo marcial forte, inquebrável e indestrutível. Somos uma unidade.

Da mesma forma que você se disponibiliza a ajudar as pessoas quando estas estão precisando de ajuda, quero frisar a minha disposição para lhe ajudar no que for preciso, em qualquer instante da sua vida.

Mestre, gostaria de pedir que se algum dia você sentir-se desmotivado e pensar em deixar de liderar o seu exército, pense um pouco nos seus discípulos; pois eles necessitam muito da sua liderança; eles não podem ficar desamparados.

Muito obigado pelos ensinamentos, Mestre Dárcio Lira.
Feliz Aniversário!

De seu discípulo,
Ednardo “Baiano” Sobrinho.

OSS!!!!!!!!

Fortaleza,20/01/2008
Saudação do aluno Manoel Onofre “Kaxorrão”.

Mestre,
Sempre tive medo de bajulação, porém pessoas como o senhor precisam sempre se certificar da existência de pessoas ilibadas e de caráter inquestionável para poder se felicitar, para poder ter mais certeza de que está no caminho certo. 
Acredito com isso que esteja buscando, no mínimo, a sua própria imagem, uma busca incessante por discípulos fiéis.
Isso o senhor já deve ser sabedor e o que pretendo é me tornar um desses [discípulos] descritos acima, para lhe recompensar pelo que o senhor é.
Nesta data especial é isso que lhe desejo: que reproduza várias auto-imagens.

Um abraço de seu amigo,
Manoel “Kxorrão”.
OSS!!!

Fortaleza,20/01/2008.
Saudação de Dâmokles Lira Sensei.

LEALDADE, HONRA e GRATIDÂO

Não é necessário ser nenhum especialista em matéria de SAMURAIS para saber que dentro do BUSHIDO – o código de vida desses guerreiros - a Honra, a Lealdade e o senso de Gratidão são entendidos como princípios de fundamental importância.

Humanamente analisando, a maneira mais racional de aplicarmos esses princípios é sempre direcionando-os ao que chamamos de Causa Nobre ou Ideal. Porém, vale ressaltar que um Ideal nunca surge sem um idealizador e sendo assim, tais princípios passam a ser direcionados naturalmente àquele que idealizou e que tornar-se o arquétipo central do Ideal.

É enfático que existe uma linha mui tênue separando o sincero do falso idealizador. Uma linha que separa aquele que é digno de receber lealdade, do vaidoso e perigoso charlatão de quem nós devemos nos manter longe.

O primeiro direciona a lealdade de seus discípulos sempre a um bem maior e não em absolutismo a sua pessoa, pois por ter consciência de sua mortalidade e acreditar sinceramente no valor do Ideal, não deseja que ele seja perdido após sua partida para outros planos de existência. Além do que, ele tenta capacitar ao máximo seus discípulos para que cada um se torne um grande e independente líder do ideal.
Em contraposição, o falso idealizador deseja ser seguido irrestritamente além da própria filosofia por ele difundida, normalmente usando inúmeros artifícios para que seus seguidores se mantenham dependentes do seu conhecimento e, portanto, menores do que ele.
Desde que assumiu a missão do nosso Jiu Jitsu Tradicional o Mestre Dárcio Lira tem agido de maneira abnegada, doando-se inteiramente à Causa. Sua sinceridade, humildade e amor pela Causa são transparentes. Se assim não o fosse, provavelmente eu não teria dito o nosso e sim o ideal do Mestre Dárcio. Faz-se de suma importância ressaltar também que a humildade é um valor espiritual demonstrado apenas pelos grandes, mas digo grandes de alma. Uma pessoa vazia de grandeza interior e que age de forma intimidada ou inibida, não é uma pessoa humilde, ela é na verdade fraca, medrosa, sem autoconfiança e age de tal forma porque não se sente forte o suficiente para gritar por sua liberdade de expressão.
Mestre Dárcio, parabéns por sua sinceridade e humildade. Um homem leal ao seu ideal é digno de nossa lealdade.
Em um momento cultural de inversão de valores, onde a arrogância, a ignorância, a banalização e egoísmo imperavam, nosso Mestre corajosamente ergueu-se para mostrar o que verdadeiramente é Arte Marcial; divulgando abertamente sua mensagem e expondo-se ao preconceito de toda uma maioria que sentiu-se atingida com a verdade.
O nosso Mestre foi e sempre será o primeiro. Sua luta juntamente com a Mestra Célia Lira foi grandiosa e não deve ser jamais esquecida. Foi um verdadeiro Apartheid espiritual dentro do meio do Jiu Jitsu. Se tivermos a sorte de contar com o apoio de apenas uns poucos homens de valor (e estamos tendo), em pouco tempo ela será consagrada histórica.
A forte maneira com que o Mestre Dárcio enfrentou e superou os mais diversos percalços que esta caminhada lhe impôs, sem recuar perante as pressões e sem se vender a politicagem barata, denota uma personalidade honrada.
Parabéns Mestre, por sua coragem e por manter-se íntegro nessa jornada. Como homem honrado, você é digno de nossas honras.

Quando tocar no nome de Deus era (e continua a ser) motivo de imenso desdém e preconceito, principalmente no meio dos debochados e arrogantes lutadores, você Mestre, ousou falar sobre Deus bem como de testemunhar sobre o Filho do Homem, Jesus Cristo.
Através da metodologia de ensino do Jiu Jitsu Tradicional, em cada dojo, hoje quase que diariamente inúmeros alunos e admiradores têm a oportunidade de absorver ensinamentos sobre os mais diversos princípios espirituais, princípios esses tão essenciais ao ser humano na busca pela sua sonhada felicidade e paz interior. 
Ensinar sobre Deus, sobre honra, honestidade, lealdade, sobre respeito, sobre justiça, coragem, etc., principalmente nos dias de hoje, é algo realmente louvável. É algo pelo qual apenas os construtores universais dedicam a vida e você Mestre, com certeza é um desses construtores.
Obrigado Mestre Dárcio por nadar contra a maré e nos dar a oportunidade de treinar um Jiu Jitsu nobre, um Jiu Jitsu verdadeiro, um Jiu Jitsu realmente Humano. Por tudo isso Mestre, você é digno de nossa gratidão.
Termino esta mensagem, amado pai, por dizer: Você é o cara e quem tem olhos para ver, que veja! 
Oss!
Dâmokles Lira

*********************************

Comentar

CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é ou não um visitante humano e para prevenir envio automático de spam.
CAPTCHA de imagem
Digite o texto exibido na imagem.