Início / Opiniao / Início, meio e fim: o ciclo se renova!

Início, meio e fim: o ciclo se renova!

Após muito meditar acerca do ensino perfeito, daquele ensino cativante, aquele que faz o aluno sorver cada palavra como se fosse seu último suspiro, nenhuma fórmula mágica descobri. Estudei as vidas de homens de honra ilibada: Falo de homens como Jigoro Kano, Funakoshi, Ueshiba. Homens que, cada um em sua arte marcial, fomentaram uma globalização, ou seja: artes milenares antes restritas a um local ou um povo passaram a ser conhecidas e praticadas em todo o mundo.

Onde estava o segredo destes grandes mestres que passavam para o mundo seus tesouros marciais, sempre enxergando o futuro sem nunca abrir mão de seu passado? Mais uma vez me perdi em elucubrações e vi que este século que se encerrou carregou consigo todo este ciclo maravilhoso de descobertas marciais, honra, obediência e fé.

Passo agora a olhar para minha direita e nada vejo; olho para minha esquerda e observo que nos tempos de paz o Deus da Guerra reina no nosso dia-a-dia: - Cada vez mais vejo devassidão, mentiras e falsidade nas pessoas. Sendo assim, devo estar sempre preparado para o combate.

Um ciclo se encerrou. Uma dramática e confusa mudança de valores se faz manifesta em rápida difusão, por exemplo, via Internet que se constitui para os desavisados por si só uma traiçoeira faca de dois gumes. Neste turbilhão até o nome de Deus, o Criador, já não passa de uma vaga expressão usada por aqueles que estão em perigo.

A continuidade da vida exige que um novo ciclo se inicie. As verdadeiras artes marciais e seus verdadeiros representantes clamam por isto. Neste momento no mais profundo de minha meditação, minha filha me chama com meu kimono na mão, me dizendo: “-Pai, tá na hora da aula”. Então contemplo o símbolo de minha academia, vejo todos os valores marciais ensinados a mim pelo meu Mestre e percebo como fui tolo outrora, longe do Jiu Jitsu Tradicional, dedicado estudante da fria técnica mas distante da verdadeira consciência marcial. Então me convenço que precisamente por causa de toda esta turbulenta mudança, mais necessários se fazem os valores e mandamentos do Jiu Jitsu Tradicional para a formação do verdadeiro budoka.

É importantíssima a voz que transmite estes valores, o homem por trás da voz, um exemplo de vida marcial. É este homem que nos faz ver e acreditar que o século passado é hoje e agora. Este mesmo homem me ensina que não existe o ensino perfeito entre seres humanos. Ele me ensina que eu devo fazer o melhor, ensinar com amor e pedir sempre a ajuda de Deus em minha vida.

Neste momento minha cegueira espiritual e marcial acabou. Meus olhos se abriram para o íntimo. Guerreiros do Jiu Jitsu Tradicional permitam que o Bushido governe a vida de vocês! Sejam o início de um novo ciclo marcial. Não olhem nem para a direita nem para a esquerda. Olhem para a frente, visualizem nosso Mestre. Sigam-no, obedeçam-no e com certeza ele, como vaso de Deus, derramará sobre vocês o Óleo da Unção e transformará todo aquele que estiver com coração receptivo.

OSS!!!!!!!!!!!

Miguel Ângelo Figueiredo Barroso
Professor Faixa Preta 1° Dan
Discípulo do Mestre 7° Dan Dárcio Lira
Fortaleza-Ceará-Brasil, 04/01/2006

Autor: 
Miguel Ângelo Figueiredo Barroso
Foto do Autor: 
Data: 
quarta-feira, 25 Maio, 2011

Comentar

CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é ou não um visitante humano e para prevenir envio automático de spam.
CAPTCHA de imagem
Digite o texto exibido na imagem.